Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008

Sexo

                                              The glowering eyes from 114 million light years away are the swirling cores of two merging galaxies called NGC 2207 and IC 2163 in the distant Canis Major constellation

 

Foto do Hubble:

The glowering eyes from 114 million light years away are the swirling cores of two merging galaxies called NGC 2207 and IC 2163 in the distant Canis Major constellation

com link para sítios úteis

publicado por paradoxosfilho às 22:17
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2008

Plutão chega a Capricórnio

2  fotos de Plutão pelo Hubble Apesar das fotos serem do Hubble, este é um post astrológico porque a data o exige: em 26 deste mês de Janeiro, Plutão sai de Sagitário e entra em Capricórnio, no seu percurso de 248 anos que leva a dar a volta aos 365 graus que é o céu, o Zodíaco, as 12 constelações, de 30 graus cada, a banda da esfera armilar da nossa bandeira.

A astrologia é o estudo do carácter do tempo, que é feito de mudança. É uma linguagem simbólica. Traduzindo (traindo!) “Plutão” nesta linguagem de palavras é “morte e renascimento”, é a mais poderosa transformação. E Capricórnio, traindo, é aquilo que é estável, aquilo a que nos seguramos como sendo real: as instituições, os governos, o “sistema”, a propriedade, as “big corporations”, sofrerão, nos próximos 16 anos a morte do velho e o nascer do novo. A corrupção dos governos, por exemplo, será exposta. Ou caem ou se regeneram completamente. A destruição que o “sistema”, a lógica da alta finança, o abuso do petróleo, está a fazer ao planeta será exposta. Ou há revoluções, guerra, ou há uma nova gente a gerir o grande capital, a pô-lo ao serviço da ecologia. Daqui a 16 anos, quando Plutão chegar a Peixes, o mundo será outro—se ainda existir!

Confesso que me preocupa a sorte da democracia, nestes tempos; e nascerá um governo mundial da morte do actual sistema? A revolução americana foi na passagem anterior de Plutão por Capricórnio. Se ficou curioso, o Internet está cheio de astrólogos, leitor… veja isto, por ex.

publicado por paradoxosfilho às 01:05
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2008

Política

O nosso primeiro-ministro teve uma oportunidade de ser paradoxal, de estar “onde a terra se acaba e o mar começa”, em vez de estar na West Coast. Teria que se desculpar junto dos seus colegas com quem se comprometeu a não fazer o referendo, dizendo que se esquecera, com o entusiasmo de ver o tratado aprovado, de que tinha um compromisso anterior com os seus eleitores. O grande defensor do tratado que o põe a referendo, essa seria uma contribuição para a democracia na Europa. Em vez disso usou as técnicas habituais de manipulação: no dia seguinte ao seu anúncio de que não faria o referendo, anunciou que abandonava a OTA por Alcochete; assim distraiu a atenção política, um clássico sound byte para esconder o outro.

Este é o assunto principal, hoje o marketing tem o lugar da velha censura, que já não é possível. E temos que aprender a combatê-lo. Porque ele pode, até, ressuscitar a censura. “Unidade anti-fascista” e diversidade de opiniões. Mas não ser lorpa, a liberdade foi sempre frágil, a Europa não é um escudo que nos proteja, é uma responsabilidade que partilhamos.                                                                        oh Portugal!

publicado por paradoxosfilho às 13:32
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 5 de Janeiro de 2008

um

Vou escrever que somos todos um

Que o sabemos desde que nascemos

E nos andamos enganando nos cenários todos.

 

Somos as árvores, os rios, a Terra inteira

Azul, nos Universos infinitos que nós somos.

 

Dói-me a morte das espécies, a pobreza,

Dói-me a fome e tenho o que comer

Alegra-me o amor e estou sozinho,

Corro na praia e é Janeiro aqui.

Nada nos é estranho, somos todos um.

 

Aqui, nestas exactas coordenadas

Somos as coordenadas todas.

E todas as que somos são exactas,

Reais, concretas e sem fim nem tempo.

 

Sou o que nasceu agora no Darfur,

a flor que se abre no Havai,

a que abriu, a que abrirá e a que murchou.

E eu sou tu e tu és eu!

publicado por paradoxosfilho às 20:52
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Terça-feira, 1 de Janeiro de 2008

...

Que triste, que fechado, até chuvoso,

O primeiro dia deste novo ano!

Passaram gaivotas, uma de cada vez, grandes,

brancas de asas malhadas, voos lindos e desencontrados.

É raro, gaivotas em terra,

E veio este pensar e esta chuva.

 

Não é hoje que vou pensar no que quero

Nem em como chegar onde ainda não pensei.

Não passa desta chuva o meu pensar:

Que tardou muito, que é pouca,

Que é bom que chova neste dia um.

 

Carvalhos dourados e molhados

Sobreiros tenazes e escuros

E a memória dos druidas

(como lhes chamaríamos?),

Desses homens sábios que nós já tivemos

E davam para conversar, perto do fogo,

Nestes dia de chuva e de tristeza.

 

Decerto que a harmonia desses tempos

Só existe no desejo que tiveram,

Na nossa memória do que terão sido,

No voo dos pássaros…

(que já não há gaivotas, nem chuva,

Nem pensar que nem pensa e só se deixa estar!).

 

um de janeiro

publicado por paradoxosfilho às 16:40
link do post | comentar | favorito
|

.Contador

Free Hit Counter
Free Hit Counter
Relógio do Mundo As horas nas principais cidades

.arquivos

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.Janeiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.links

.favorito

. Arte

. Afirmações de um pedreiro...

. Paradoxos filho

. Bem aventurados os pobres...

. Dignidade e respeito

. 50 anos

. O poder não é útil

. O Sol e a Lua 3

. Aquecimento global, relat...

. Escrever

.posts recentes

. Sob o signo de Sagitário

. Shministim

. "Desejo ser um criador de...

. hum

. A Verdade interessa

. Toghether

. "The true genius of Ameri...

. On the top of the world

. "De alma e coração", Uran...

. A Democracia americana ai...

. Zeitgeist

.tags

. 25 de abril

. aborto

. américa do sul

. amor

. analogias

. aquecimento global

. aristóteles

. astrologia

. beatles

. bento xvi

. bob dylan

. bolhão

. bom senso

. brasil

. bush

. caos kafkiano

. castelhano

. charlot

. chavez

. cidades

. ciência

. co2

. Constituição

. criatividade

. crise climática

. crop circles

. democracia

. desenvolvimento

. dignidade

. direita

. direitos humanos

. dr. mendes

. durão barroso

. ecologia

. educação

. emoção

. energia

. erro

. espírito

. esquerda

. estética

. ética

. europa

. f. pessoa

. f.pessoa

. família

. fome

. fumar

. g8

. gaia

. gelo

. globalização

. hipocrisia

. hospital

. humildade

. humor

. iatrogénica

. Ibéria

. império

. imprensa

. inconciente

. inconsciente

. infância

. iraque

. Islão

. jihad

. josé socrates

. jovens

. justiça

. karl marx

. lei

. liberdade

. livro-do-desassossego

. lua

. marilyn

. marx

. meninos

. modernidade

. montados

. natal

. naus

. obama

. onu

. opinião pública

. pão

. papa

. paradoxos

. paz

. petróleo

. platão

. plutão

. poder

. razão

. realidade

. respeito

. salazar

. sócrates

. turquia

. utopia

. verdade

. todas as tags

Solar X-rays:

Geomagnetic Field:
>
Status
Status
 
From n3kl.org
OnlineConversion.com É um conversor para todas as medidas