Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008

hum


A dor é tranquila, não tem drama nem mistério.

Pastam, pachorrentas, as vacas profanas.

Não há sinos nem vento que os traga, há uma paz sem nada dentro, quase falsa 

Nem medo nem entusiasmo, o real a que chamam realidade

--uma seca sem calor que incomode, um mundo conhecido,

sem graça nem tormento, chão!


É o tempo do silêncio (se os carros se calassem!)

É o tempo de ouvir a voz do silêncio, de antes das palavras

mas escrevo!


Cheguei ao presente por um caminho longo de que não sinto o tempo.

Aqui não interessa o passado 

e o futuro deixa-se aparecer, sem daqui se sair.


Não sonho nem rezo, sou.

Só escuto o silêncio dos carros que o rompem mas não quebram.


Terra. Onde nascem das ervas as flores e onde morrem os dias.

Onde os deuses vêm brincar de deuses e ser vivos

E onde nós estamos.



Súbito, decerto irreal, um clarão de esperança, de desconhecido.

Que as palavras se apressam a cobrir mas que brilha por trás delas, indomável.

Aqui, eternamente aqui, donde fugimos sempre

e onde sempre voltamos, por caminhos longos, infinitos.

publicado por paradoxosfilho às 21:24
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 20 de Novembro de 2008

A Verdade interessa

Transcrevo aqui um texto de Fernando Pessoa, escrito, provavelmente, no início dos anos 30 , quando o colapso financeiro reforçou as reacções emocionais nacionalistas que levaram à segunda guerra mundial, já depois da morte do escritor:


         Todo o nacionalismo superior é um universalismo especial.  O  atheniense não dizia, imitando por antecipação o pobre Barrès , "Há verdades athenienses independentes das verdades de outras partes do mundo". Dizia, porque era de uma grande raça, " Há só uma verdade e é em Athenas que ela se vê".


         Ha trez especies de nacionalismo - o nacionalismo tradicionalista,  que  faz  consistir a  substancia da nação nas formulas mortas das tradições visiveis; o nacionalismo espiritual, que faz consistir essa substancia num typo vivo de mentalidade;  o nacionalismo syntetico, que faz consistir essa mesma substancia numa maneira especial de synthetizar a universalidade das experiencias e das culturas. São exemplos d' esses trez tipos de nacionalismo: do primeiro os integralistas e os pseudo-catholicos (pois outros não ha em Portugal) ; do segundo, Pascoes, que tem a alma portuguesa por uma fusão do espirito christão e do espirito pagão;  do terceiro, os homens do Renascimento, como Camões, que viam o mundo de Portugal, porém de Portugal viam todo o mundo.


            Expor é escolher. Não ha que hesitar entre estes trez nacionalismos. O maior é o melhor. É certo que o nacionalismo universalista  dissolve com facilidade a nacionalidade. Mas vale mais uma vida curta e grande que uma vida longa e baixa. Uma pedra dura muito mais que um homem, porém não fazemos do tradicionalismo organico das pedras o exemplo do valor das coisas.

 

 

Suspeito que a "pétrea" censura salazarista não teria deixado passar este texto, se o lesse e o entendesse. Também hoje, entre nós, o autoritarismo espreita; em vez de se iluminar a verdade, de a procurar, de a expor, sugere-se que seja imposta pela força. Ora a verdade impõe-se, não é imposta. Se for imposta o provável é que não seja a verdade.

publicado por paradoxosfilho às 10:09
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 11 de Novembro de 2008

Toghether

publicado por paradoxosfilho às 11:12
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 6 de Novembro de 2008

"The true genius of America"

 Discurso de vitória de Obama 

 

A reacção do mundo à vitória de Obama

 

" Yes we can!" Sim, é possível, é possível salvar o planeta, viver em Paz e Segurança, acabar com a pobreza, entender que somos todos um, que as divisões têm muito menos importância que o que partilhamos, em qualquer canto do mundo onde estejamos.

A América era uma pedra no sapato do mundo, do caminhar do mundo. Passou a ser um sorriso honesto que nos dá esperança. 

Liberdade, igualdade e fraternidade! " Sim, podemos criá-las!"

publicado por paradoxosfilho às 10:15
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 3 de Novembro de 2008

On the top of the world

 Lewis Hamilton ganhou, no Brasil, e a alegria em Inglaterra faz-nos esquecer séculos de racismo. Eis-nos no século XXI. Como se comportarão os americanos, amanhã? Estarão, também eles, no século XXI?
publicado por paradoxosfilho às 11:52
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 1 de Novembro de 2008

"De alma e coração", Urano opõe-se a Saturno

Quando estamos de alma e coração com alguma coisa, temos medo e esperança, muita esperança, muito medo!

Quando o coração está de acordo com a alma, não temos dúvidas do que queremos, sabemos! Porque a alma se não engana, pode trazer-nos sofrimento, a alma, mas, se o trouxer, é para um bem maior, é sofrimento que dói mas não custa, é alegre, até. Não leva à agressão, a criar inimigos como bodes expiatórios, leva à alegria, à vida.

Assustadora, esta posição? Foi assim que se fizeram grandes crimes, dir-me-ão. Os nazis estavam de alma e coração com a sua causa, dir-me-ão...

--Não! Estavam com o coração e com a vontade, a alma não! Estavam apaixonados pela causa, emocionados... mas eu falo de emoções que estão de acordo com a alma e a alma não tem pátria, o seu amor é universal, não há almas mesquinhas, só as há silenciadas.

Mas deixemos essas convicções polémicas e pensemos porque estará o mundo de alma e coração com Obama.

George W. Bush está há oito anos como presidente dos EUA e o mundo deu-se mal com isso. Antes estava lá Bill Clinton e as coisas eram diferentes. Ambos são baby boomers, a geração dos Beatles. Entre 1964 e 1967 Urano, o símbolo do espírito inovador, da liberdade, opôs-se a Saturno, o símbolo da disciplina, das estruturas, do conservadorismo. É uma oposição rara, são planetas lentos. Mas passa-se agora, de novo. É curioso que a data exacta da oposição, o alinhamento perfeito, é no dia 4 de Novembro, o dia das eleições americanas.

Claramente se trata de uma luta entre conservadores e progressistas. Espero que ganhe o mais inclusivo, é claro que as duas tendências, numa sociedade, são necessárias, ela vive desse jogo, como Fernando Pessoa tão bem descreveu num texto em que analisava as razões da decadência de Portugal. 

A crise climática, a insustentável sociedade de consumo, a crise do valor Verdade, a prepotencia do valor Lucro, o aumento da pobreza, a crise da economia, o pico do petróleo... tudo nos pede que mudemos de rumo, não que o conservemos!

Saturno, para variar, está representado por um tipo simpático, Mc Cain, um tipo que fala mais às emoções-- um perigo! E Urano, o divino louco, está representado por um tipo sensato, racional, moderado! Espero que os americanos tenham a sensatez de votar em Obama e não tenho vergonha de dizer que acredito ser dos momentos mais perigosos para o mundo a que pude assistir.

 

A crise financeira, claramente associada a esta oposição (e a Plutão em Capricórnio, já mencionado) durará todo o ano de 2009. O mundo que conhecemos acabou mas, "with a love like that, you know you should be glad!"

publicado por paradoxosfilho às 11:21
link do post | comentar | favorito
|

.Contador

Free Hit Counter
Free Hit Counter
Relógio do Mundo As horas nas principais cidades

.arquivos

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.Janeiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.links

.favorito

. Arte

. Afirmações de um pedreiro...

. Paradoxos filho

. Bem aventurados os pobres...

. Dignidade e respeito

. 50 anos

. O poder não é útil

. O Sol e a Lua 3

. Aquecimento global, relat...

. Escrever

.posts recentes

. Sob o signo de Sagitário

. Shministim

. "Desejo ser um criador de...

. hum

. A Verdade interessa

. Toghether

. "The true genius of Ameri...

. On the top of the world

. "De alma e coração", Uran...

. A Democracia americana ai...

. Zeitgeist

.tags

. 25 de abril

. aborto

. américa do sul

. amor

. analogias

. aquecimento global

. aristóteles

. astrologia

. beatles

. bento xvi

. bob dylan

. bolhão

. bom senso

. brasil

. bush

. caos kafkiano

. castelhano

. charlot

. chavez

. cidades

. ciência

. co2

. Constituição

. criatividade

. crise climática

. crop circles

. democracia

. desenvolvimento

. dignidade

. direita

. direitos humanos

. dr. mendes

. durão barroso

. ecologia

. educação

. emoção

. energia

. erro

. espírito

. esquerda

. estética

. ética

. europa

. f. pessoa

. f.pessoa

. família

. fome

. fumar

. g8

. gaia

. gelo

. globalização

. hipocrisia

. hospital

. humildade

. humor

. iatrogénica

. Ibéria

. império

. imprensa

. inconciente

. inconsciente

. infância

. iraque

. Islão

. jihad

. josé socrates

. jovens

. justiça

. karl marx

. lei

. liberdade

. livro-do-desassossego

. lua

. marilyn

. marx

. meninos

. modernidade

. montados

. natal

. naus

. obama

. onu

. opinião pública

. pão

. papa

. paradoxos

. paz

. petróleo

. platão

. plutão

. poder

. razão

. realidade

. respeito

. salazar

. sócrates

. turquia

. utopia

. verdade

. todas as tags

Solar X-rays:

Geomagnetic Field:
>
Status
Status
 
From n3kl.org
OnlineConversion.com É um conversor para todas as medidas