Quinta-feira, 15 de Março de 2007

Parabéns ao Prémio Camões

  

António Lobo Antunes foi premiado pelo seu mérito. Nasceu numa família de direita que valorizava o mérito e foi para Angola quando acabou o curso de Medicina; era assim, como ele conta: "Acordei para esses valores (os da liberdade, da democracia, da cultura e do progresso) em África, na guerra colonial, como, aliás, muitos homens da geração a que pertenço".

Tão forte foi a experiência de ser o filho mais velho de uma família da “elite”, como se dizia no tempo da outra senhora, que o resultado foi paradoxal, português; e permite a Eduardo Lourenço falar de uma obra “cuja inscrição ideológica é difícil de situar”. Ouçamos o premiado:

 

"Nos meus livros falta, talvez, uma dimensão – que eu tenho – de prazer, de alegria, de gostar de viver, de estar com os amigos. Isso não aparece, dá-me ideia, nos meus livros, ou se aparece é sob uma forma de sarcasmo, de ironia. Embora digam isso, não me sinto agressivo, sinto-me miúdo, em certas coisas sinto-me pequeno, pequenino, gostando de chatear os adultos, mas tenho funcionado sempre assim, sempre em temas tão afectivos!"

in Jornal de Letras, Artes e Ideias, ano I, nº23, Janeiro de 1982

 

"(...) consideras-te, mesmo, um grande escritor?"

"Considero-me, pelo menos, um escritor que trabalha muito."

"O homem é o meu objectivo primeiro."

"A tua experiência como psiquiatra serviu-te para o teu trabalho de escritor?"

"Não. Não serviu para nada. Serviu para conhecer os psiquiatras e para ter medo deles. Uns caça-níqueis do caraças..."

in Jornal de Letras, Artes e Ideias, ano V, nº176, Novembro de 1985

 

"(...) procura desesperada e impaciente de uma maneira pessoal e dizer as coisas, porque para escrever livros é preciso negar todos os outros escritores, evitar o «está-me a soar a», ou, o que é ainda mais grave, o «isto está-me a soar a mim próprio», que é quando a gente se começa a repetir. Como dizia há tempos o Antonio Tabucchi (...), «com a idade há dois perigos para quem escreve, que são a hipertrofia do eu e a hipertrofia da próstata, e a hipertrofia do eu é muito mais mortal»."

in Visão, 26 de Setembro de 1996

 

"É muito raro a gente apreciar um livro de um escritor de quem não gosta de dizer: «eu não gosto, mas é bom!» E acontece: eu não gostava do Virgílio Ferreira, achava-o um tipo, enfim, um tipo de que eu não podia gostar, um bocadinho para o estupor. No entanto... ele tem livros mesmo bons, bons a sério. Isto é verdade, e tenho que o reconhecer."

in Ler, nº37, Inverno de 1997

 

"A gente está sempre a escamotear as coisas, mas escreve-se para se ser lido, se não não se escrevia. Todos os escritores se preocupam, mais ou menos secretamente, com as vendas: gosta-se de se ser conhecido, reconhecido. A gente esconde muita coisa para pentear a imagem, mas o público não é parvo, sabe perfeitamente que os escritores são todos narcisistas: o grande sonho de todos, eu incluído - e não só dos escritores mas de toda a gente -, era sermos amados por toda a gente."

in Diário de Notícias, -----------

publicado por paradoxosfilho às 20:44
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.Contador

Free Hit Counter
Free Hit Counter
Relógio do Mundo As horas nas principais cidades

.arquivos

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.Janeiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.links

.favorito

. Arte

. Afirmações de um pedreiro...

. Paradoxos filho

. Bem aventurados os pobres...

. Dignidade e respeito

. 50 anos

. O poder não é útil

. O Sol e a Lua 3

. Aquecimento global, relat...

. Escrever

.posts recentes

. Sob o signo de Sagitário

. Shministim

. "Desejo ser um criador de...

. hum

. A Verdade interessa

. Toghether

. "The true genius of Ameri...

. On the top of the world

. "De alma e coração", Uran...

. A Democracia americana ai...

. Zeitgeist

.tags

. 25 de abril

. aborto

. américa do sul

. amor

. analogias

. aquecimento global

. aristóteles

. astrologia

. beatles

. bento xvi

. bob dylan

. bolhão

. bom senso

. brasil

. bush

. caos kafkiano

. castelhano

. charlot

. chavez

. cidades

. ciência

. co2

. Constituição

. criatividade

. crise climática

. crop circles

. democracia

. desenvolvimento

. dignidade

. direita

. direitos humanos

. dr. mendes

. durão barroso

. ecologia

. educação

. emoção

. energia

. erro

. espírito

. esquerda

. estética

. ética

. europa

. f. pessoa

. f.pessoa

. família

. fome

. fumar

. g8

. gaia

. gelo

. globalização

. hipocrisia

. hospital

. humildade

. humor

. iatrogénica

. Ibéria

. império

. imprensa

. inconciente

. inconsciente

. infância

. iraque

. Islão

. jihad

. josé socrates

. jovens

. justiça

. karl marx

. lei

. liberdade

. livro-do-desassossego

. lua

. marilyn

. marx

. meninos

. modernidade

. montados

. natal

. naus

. obama

. onu

. opinião pública

. pão

. papa

. paradoxos

. paz

. petróleo

. platão

. plutão

. poder

. razão

. realidade

. respeito

. salazar

. sócrates

. turquia

. utopia

. verdade

. todas as tags

OnlineConversion.com É um conversor para todas as medidas